Atenção Plena

    © Danny Alves Fotografia www.dannyalvesfotografia.com

 

A atenção plena é um estado mental que se distingue pela autorregulação da atenção para a experiência presente, numa maneira aberta, de curiosidade, ampla e tolerante, dirigida a todos os fenômenos que se manifestam na mente consciente, ou seja, todo tipo de pensamentos, fantasias, recordações, sensações e emoções percebidas no campo de atenção que são percebidas e aceitas como elas são. O treinamento e aprendizado dessa forma de atenção, geralmente se por meio de técnicas de meditação e de outros exercícios afins, permitindo uma maior tomada de consciência de seus processos mentais e de suas ações, fortalecendo as vivências.

Atenção Plena”, basicamente é focar a atenção no momento presente e aceitá-lo sem julgamento, simplesmente sentindo esse momento de forma neutra e imparcial. No primeiro momento, parece algo comum, inconsequente e sem propósito. Mas, quando realizada de forma continuada, tem comprovado – inclusive com fundamento na pesquisa científica – que ela pode ser um elemento-chave para o bem-estar, saúde mental e felicidade em geral.
O cultivo da atenção plena tem raízes no budismo, mas a maioria das religiões contém algum tipo de oração ou prática de meditação que apoia a levar seus pensamentos das preocupações habituais para uma contemplação do momento e uma visão mais ampla da vida. Para a medicina tradicional, ela tem demonstrado que pode apresentar melhorias significativas nos sintomas de incômodos e desconfortos tanto físicos quanto psicológicos, além de alterações positivas nas atitudes e comportamentos e nos hábitos em termos de saúde.

Como a atenção plena contribui para a felicidade?
A atenção plena contribui de várias formas. Para começar, estar plenamente atento torna mais simples desfrutar os prazeres da vida à medida que eles acontecem, ajuda você a se envolver totalmente nas atividades e cria uma capacidade maior de lidar com momentos difíceis. Além disso, ao vivenciarem o aqui e o agora, muitas pessoas que praticam a atenção plena avaliam que são menos predispostas a ficar presas ou angustiadas com preocupações futuras ou remoendo fatos sobre o passado, incomodam-se menos com as inquietações sobre a autoestima e são mais capacitadas de estabelecer relações com os outros.

 

© Danny Alves Fotografia www.dannyalvesfotografia.com

 

Práticas de atenção plena
Existem muitas formas de praticar a atenção plena, no entanto o objetivo de qualquer prática de atenção plena é alcançar um relaxamento focado ao prestar atenção livremente nos pensamentos e sensações, sem julgá-los. Isso permite que a mente experimente o momento presente.

Cultive a atenção plena de maneira informal
Além da meditação formal, você também pode cultivar a atenção plena de maneira informal, concentrando a atenção em suas sensações a cada momento durante as atividades cotidianas. Isto é feito fazendo-se uma coisa de cada vez e dando-lhe toda a atenção. Enquanto você estiver com seus filhos, fazer tarefas domésticas ou comer uma maçã, por exemplo, desacelere a ação e esteja completamente presente logo que se envolva com todos os seus sentidos.

Aprenda a viver o momento presente
Um enfoque menos formal para a prática da atenção plena também pode auxiliar a permanência no presente e participação plenamente da sua vida. Você pode escolher qualquer atividade ou momento para praticar a atenção plena sem formalidades, esteja comendo, tomando banho, andando ou brincando com um filho.

Vamos praticar?
* Inicie trazendo sua atenção para as sensações corporais;
* Respire pelo nariz, permitindo que o ar vá para a parte inferior da barriga. Deixe seu abdômen se expandir plenamente;
* Agora respire pela boca;
* Observe as sensações de cada inspiração e expiração;
* Avance nessa atividade lentamente e com a firme intenção de concluí-la;
* Envolva seus sentidos plenamente. Note cada visão, toque e som de forma que você saboreie todas as sensações;
* Quando notar que sua mente escapou do que estava fazendo, traga suavemente sua atenção de volta para as sensações do momento.

 

© Danny Alves Fotografia www.dannyalvesfotografia.com

 

Disponibilizamos um teste para medir o nível de atenção plena: A MAAS (Escala de Consciência sobre a Atenção Plena) é uma escala de 15 itens criada por Brown & Ryan (2003) para acessar as características principais da predisposição à Atenção Plena, quer dizer, consciência aberta e com atenção ao que está acontecendo no momento presente de cada pessoa. A escala, que demonstra fortes propriedades psicrométricas, está sendo validada por amostras feitas em universidades, com grupos em geral. Estudos correlatos, quase experimentais e de laboratório demonstram que a escala MAAS toca em uma qualidade singular da consciência que está relacionada, e que prevê uma variedade de construções de auto-regulamento e de bem-estar.

Faça o teste e descubra se você vive o momento presente com Atenção Plena.

Com amor,
Lane Lucena
❤❤
…………
Lane Lucena é apaixonada pela vida. Mãe da Maria Carolina, psicanalista clínica, pós-graduada em comportamento organizacional e gestão de pessoas, especializações em psicopedagogia clínica e psicologia e saúde mental. Idealizadora do Viva Sua Essência e coach de vida e escrita. Criadora do “Curso EscrevArte – A arte de escrever” – que utiliza o recurso da escrita expressiva e intuitiva como ferramenta do autoconhecimento e escritora do atual livro: “O Poder do Permita-se“.

Banner do site Reinehr.org