Confira a primeira parte

Certamente você já deve ter ouvido falar de jejum intermitente. Atualmente ele é um dos trends mais populares na vida fitness. As pessoas estão usando ele para perder peso, melhorar a saúde e simplificar o seu estilo de vida. Muitos estudos mostram que ele pode ter efeitos poderosos no seu corpo e no cérebro e pode até te ajudar a viver mais. Para te ajudar a entender um pouco melhor o que é o jejum intermitente e como ele funciona, montamos um guia para iniciantes dividido em três partes, que irá ao ar por três segundas-feira.

Benefícios para a saúde do jejum intermitente

Muitos estudos sobre o jejum intermitente foram feitos, tanto em animais quanto em humanos. Esses estudos mostram que o jejum intermitente pode ter benefícios poderosos no controle do peso e na saúde do seu corpo e cérebro. Alguns dos benefícios são:

  • Perda de peso: O jejum intermitente pode ajudar você a perder peso e gordura da barriga, sem ter que reduzir conscientemente as calorias;
  • Resistência à insulina: O jejum intermitente pode reduzr a sua resistência à insulina, diminuindo o açúcar do sangue em 3-6% e acelerando os níveis de insulina em 20-31%
  • Inflamações: Alguns estudos mostram redução nas marcações de inflamações, uma das responsáveis pelo surgimento de diversas doenças crônicas
  • Saúde do coração: O jejum intermitente pode reduzir o colesterol LDL, triglicerídeos do coração, marcas de inflamação, açúcar no sangue e resistência à insulina – todos esses são fatores de risco para doenças cardíacas
  • Saúde do cérebro: O jejum intermitente aumenta o hormônio cerebral BDNF

Lembre-se que esses estudos ainda são bastante preliminares e muitos deles foram feitos em períodos de curta duração.

O jejum intermitente faz a sua vida saudável ser mais simples

Comer de maneira saudável e uma tarefa simples mas que pode se tornar difícil de manter. Um dos principais obstáculos é todo o trabalho que tem que ser feito no preparo das refeições. Se você faz o jejum intermitente ficam mais fácil porque você não precisa planejar, cozinhar ou limpar depois das refeições. Ele ajuda a melhorar a sua saúde e a simplificar o estilo de vida.

05-12-16-site

Mas o jejum intermitente não é para todos

Se você está abaixo do peso ou possui um histórico de distúrbios alimentares, você não deveria fazer o jejum intermitente sem consultar um profissional da área. Existem também algumas evidências de que o jejum intermitente não é tão poderoso para mulheres quanto para homens. Um estudo mostra que ele melhorou a sensibilidade à insulina em homens e piorou o controle do açúcar em mulheres. Existem também alguns relatos de mulheres que pararam de menstruar enquanto faziam o jejum e voltaram a menstruar quando pararam. Portanto, mulheres precisam ter mais cuidado do que homens na hora de fazer o jejum intermitente – especialmente se estão grávidas ou amamentando.

Efeitos colaterais

A fome é o principal efeito colateral. Você também pode se sentir mais fraco/a e que seu cérebro não está performando tão bem quanto antes. Isso é temporário, já que você ainda está se adaptando à sua nova escala de refeições. Se você possui alguma condição médica, deve consultar um nutricionista ou seu médico para saber se deve ou não fazer o jejum. Isso é muito importante se você:

  • Tem diabetes
  • Tem problemas com regulação de açúcar no sangue
  • Tem pressão baixa
  • Toma remédios
  • Está abaixo do peso
  • Tem um histórico de distúrbios alimentares
  • Está tentando engravidar
  • Tem um histórico de amenorréia
  • Está grávida ou amamentando

Sabendo disso, o jejum intermitente não é algo considerado perigoso. Não existe perigo em não comer durante um período de tempo se você leva um estilo de vida saudável.

Créditos de imagem: Shutterstock

Banner do site Reinehr.org