Consumimos gorduras saturadas há décadas. Porém alguns anos atrás, essas gorduras foram consideradas maléficas para o nosso corpo, causando problemas cardíacos. Novos estudos mostram que as coisas não são bem assim. As gorduras saturadas possuem benefícios para o seu corpo e organismo. Confira:

Gorduras saturadas aumentam o tamanho do colesterol LDL

O colesterol é uma molécula vital para a vida. Cada membrana celular do nosso corpo possui colesterol. Ele é utilizado para a fabricação de hormônios como cortisol, testosterona e estradiol. Sem colesterol nós morreríamos – o que fez nosso corpo desenvolver mecanismos elaborados para fabricá-lo, para ter certeza que sempre teremos o suficiente.

Mas a proteína que carrega o colesterol no nosso sangue, a lipoproteína de baixa densidade (LDL para a sigla low density lipoprotein em inglês) foi associada com um elevado risco de problemas cardíacos. Porém, estudos mostram que existem subtipos de LDL.

  • LDL pequeno e denso: partículas que são pequenas, densas e que conseguem entrar facilmente nas paredes das artérias
  • LDL grande: Partículas que são grandes e fofas como bolinhas de algodão. Essas partículas não estão associadas com riscos cardíacos.

As gorduras saturadas elevam as quantidades de LDL grande – o que significa que os efeitos dessas gorduras no nosso organismo não são maus, conforme previamente dito.

21-11-16-site

Gorduras saturadas aumentam o colesterol HDL

O colesterol HDL (para a sigla high density lipoprotein em inglês) também é conhecido como o colesterol bom. Ele transporta o colesterol para fora das artérias e em direção ao fígado, onde ele será reutilizado ou excretado. Quanto mais altos forem os seus níveis de HDL, mais baixo os riscos de desenvolver problemas cardíacos.

Gorduras saturadas não causam problemas cardíacos

Uma grande revisão bibliográfica de artigos publicados em 2010 examinou dados de 21 estudos com um total de 347,747 participantes. Eles não encontraram nenhuma associação entre gorduras saturadas e o risco de problemas cardíacos. O estudo está neste link em inglês. Portanto a ideia de que gorduras saturadas causam problemas do coração é um mito, baseado em estudos fracos e mal fundamentados. De alguma maneira isso se tornou senso comum e tanto a mídia quanto os profissionais da sauúde aceitaram o fato de que a gordura saturada faz mal.

Gorduras saturadas podem diminuir o risco de AVC

O Acidente Vascular Cerebral – AVC é causado por um distúrbio no fluxo do sangue no cérebro. Eles podem prejudicar o tecido cerebral e são uma das causa mais comuns de morte e paralisias. Na verdade os AVCs são a segunda maior causa de morte em países ocidentais, logo após de problemas cardíacos. Existem vários estudos que mostram que o consumo de gorduras saturadas está associado com a diminuição do risco de AVC, mesmo que muitas vezes não de maneira eficiente.

Gorduras saturadas não estragam facilmente em altas temperaturas

As gorduras saturadas possuem menos chances de reagir com o oxigênio se comparadas as gorduras insaturadas. As gorduras insaturadas, especialmente as poliinsaturadas, contém muitas duplas ligações e são especialmente propensas à oxidação. Quando gorduras insaturadas reagem com o oxigênio ao serem cozidas em temperaturas altas, elas formam subprodutos tóxicos e se tornam rançosas. Por isso gorduras saturadas como manteiga e óleo de coco são opções melhores para cozinhar algo em altas temperaturas.

Comidas com gorduras saturadas são nutritivas

Existem muitos alimentos saudáveis que são naturalmente ricos em gorduras saturadas. Esses alimentos tendem a ser muito nutritivos e abundantes em vitaminas de gordura solúveis. Alguns exemplos são os ovos e produtos laticínios ricos em gorduras, como o queijo. Além disso as carnes oriundas de animais que só se alimentam de grama, ovos pasteurizados e laticínios de vacas que se alimentam só de gramas são muito mais nutritivos do que as suas outras versões.

Dietas ricas em gorduras saturadas são boas para a perda de peso

Nós ouvimos com frequência que dietas ricas em gorduras te deixam gordo. Mais isso é uma “meia” verdade. Essas dietas te deixam gordos sim – mas não por causa da gordura saturada e sim porque contém muitos açúcares e carboidratos refinados, que se resume a muita gordura. Dietas que são ricas em gorduras e pobres em carboidratos possuem o efeito reverso. as dietas low-carb high-fat (LCHF) fazem você perder muito mais peso do que as dietas pobres em gorduras. Elas também melhoram a maioria dos biomarcadores de saúde.

Créditos de imagem: Nutriaz/Reprodução

Banner do site Reinehr.org