criticas-a

Você já se perguntou o que significa viver no presente? Será que estamos todos aqui, agora, no presente?

Tecnicamente, sim, mas para muitos de nós, somos apenas 10% aqui. Estamos realmente presos aos nossos pensamentos. Nós ficamos diariamente em um estado de sonho, não estamos realmente conectados com o mundo a nossa volta, nem centrados no nosso próprio corpo ou ser. Ao invés disso, estamos preocupados com as memórias do passado, produzindo pensamentos e preocupações sobre o futuro, fazendo julgamentos e tendo reações às coisas que vemos. Estamos literalmente perdendo a maioria de nossas próprias vidas, o que nos deixa nos sentindo superficiais, vazios e profundamente inquietos.

A grande notícia é que você pode aprender a ser mais presente e consciente. Durante a série irei lhe apresentar várias maneiras bastante simples as quais você pode praticar o Mindfulness em sua vida diária. Espero que você possa experimentar ter a atenção plena e assim poder transformar a sua vida conscientemente.

coffee-magazine

    Um minuto de Mindfulness

Primeiro você inicia a partir de poucos minutos de meditação durante todo o dia. Você vai precisar de um relógio ou o temporizador para este exercício. Defina o tempo para um minuto. Durante esse tempo, sua tarefa é concentrar toda a sua atenção na sua respiração, e nada mais. Você pode praticar com os olhos abertos ou fechados. Se você perder o contato com a respiração e envolver-se em seus pensamentos durante este tempo, simplesmente deixe de pensar e suavemente traga a atenção de volta à respiração. Traga a atenção de volta tantas vezes quanto precisar. Adquirir o hábito de meditar pode ser uma prática maravilhosa para momentos em que se sinta estressado ou ansioso.

    Comer conscientemente.

Enquanto você come uma refeição no piloto automático ou distraído vendo televisão, computador ou conversando, você perde o delicioso sabor e cheiro de sua comida. Estará também propenso a não se sentir satisfeito e nutrido. Comer conscientemente pode ajudá-lo a recuperar o prazer dos alimentos. Assim muitos de nós ficamos desconectados de nós mesmos na hora da refeição; um dos prazeres mais simples e maravilhosos da vida. A alimentação consciente tem sido indicada para ajudar na perda de peso e na digestão saudável. Quando você se sentar para fazer a sua refeição, desligue todas as distrações e se concentre em sua experiência imediata. Antes de começar a comer, faça uma pausa. Olhe para a sua comida, sinta o aroma e a cor do alimento. Mastigue devagar. Esteja totalmente presente no momento.

Lembre-se desta frase: “Quando você come, come. Quando você bebe, bebe”.

Em outras palavras, não tente fazer cinquenta outras coisas quando você se senta para uma refeição, café ou lanche. Basta concentrar toda a sua atenção sobre o que está na frente de você. Perceba a textura do alimento, a cada mordida sinta o prazer em comer.

    Caminhar conscientemente.

Siga essa bela dica do líder espiritual Thich Nhat Hanh: “caminhe como se estivesse beijando a terra com seus pés”. Quando você estiver caminhando, preste atenção ao movimento de seu corpo e a paisagem a sua volta. Observe como seus pés se conectam e pisam no chão. Sinta os músculos em movimento ao apoiá-los. Observe o que está acontecendo ao seu redor – a paisagem, sons e a vida. Você pode se surpreender ao descobrir um novo mundo que você ainda não tinha notado antes.

    Auto observação

No momento em que você percebe que não está sendo consciente – você está consciente! Isso mesmo, você saiu do diálogo contínuo mental, da mente e é agora o observador. Agora você está observando a mente ao invés de ficar distraído. Toda vez que você notar seus pensamentos, você está sendo consciente. Começar a escutar a voz em sua cabeça o mais rápido que puder, especialmente quaisquer padrões de pensamento repetitivos. Enquanto você escuta, destinam-se a ser uma testemunha imparcial. Você vai logo perceber, “não é a voz, e aqui estou a ouvir isso. Eu não sou a mente.”

O segredo é este – Não acredite em seus pensamentos. Não leve-os muito a sério. Observe-os, interrogue-os. Desta forma, os pensamentos condicionados perdem o domínio sobre você.

Sabia que você já está meditando quando observa o ritmo da sua respiração? Sua respiração ocorre naturalmente e ritmicamente. Quando você presta atenção a ela, ela leva você para fora de sua mente e do seu corpo. Você momentaneamente se libertará de seus agitados pensamentos, preocupações e medos, e você irá se lembrar de quem você realmente é – o seu espírito interior, e não seus pensamentos.

    Conecte-se com seus sentidos.

Seus sentidos – tato, olfato, paladar, som e visão – são a sua porta de entrada para o momento presente. Mas quando você está perdido em pensamentos, você não experimenta o que seus sentidos estão lhe transmitindo. Pare para aproveitar o belo aroma do seu café. Sinta a brisa do mar. A beleza e a diversidade de flores em seu bairro. O aroma que surge das cozinhas dos restaurantes que você frequenta. Observe como sua roupa desliza no seu corpo. Os lençóis de cama limpos suaves sobre a pele quando acorda. O calor reconfortante de beijo do seu amor. A grama sob seus pés. A sensação de água e espuma em suas mãos quando você lavar a louça. Coloque amor e atenção nas tarefas simples do seu dia, e você vai se surpreender com a alegria e paz que eles podem lhe trazer.

 

Com amor,

Lane Lucena | Viva Sua Essência

 

…………

Missão do Viva Sua Essência: Despertar o autoconhecimento, autorrealização, transformação e superação.

 

Apaixonada pela vida. Mãe da Maria Carolina, formada em gestão comercial, pós-graduada em comportamento organizacional e gestão de pessoas, especializações em psicopedagogia clínica e psicologia e saúde mental, psicanalista clínica em formação, idealizadora do Viva Sua Essência e coach de vida. Colunista de paixão do Medictando.com. Criadora do “Curso EscrevArte – A arte de escrever” –  que utiliza o recurso da escrita expressiva e intuitiva como ferramenta do autoconhecimento e escritora do atual livro: “O Poder do Permita-se”.

Banner do site Reinehr.org