v ou f site

Será que ter a sua massa al dente diminui o índice glicêmico da massa? E mais: o spaghetti realmente produz 50% menos de resposta glicêmica que o macarrão? Seriam essas perguntas verdadeiras ou falsas?

A primeira é falsa. Pode até parecer que massa cozida demais deveria ter índices glicêmicos mais altos e carga glicêmica também mas, um estudo de Wolver et al. de 1986 mostra em suas conclusões que esse não é o caso. O estudo ainda mostra que existem algumas diferenças inesperadas pelos pesquisadores entre os diferentes tipos de massa. O spaghetti por exemplo, tem uma carga glicêmica 50% mais baixa do que a do macarrão, por exemplo. Enriquecendo seu spaghetti com proteína, por outro lado, é tao desnecessário e sem valor quanto cozinhar eles por cerca de 5 minutos.

E massas com ovos na sua fórmula?

Granfeldt, Björck e Hagander e seu estudo de 1991, não observaram nenhuma diferença entre massa com ovos e massa sem ovos. E essa não é a única semelhança com o estudo de Wolver, onde o pão branco superou facilmente outros três tipos de pão (grosso, fino e fino com ovos). O que foi novo afinal, foi que o pico de glicose foi seguido por uma queda hipoglicêmica.

Fontes:

  • Dressler, Heidi, and Chery Smith. “Food choice, eating behavior, and food liking differs between lean/normal and overweight/obese, low-income women.” Appetite (2013).
  • Wolever TM, Jenkins DJ, Kalmusky J, Giordano C, Giudici S, Jenkins AL, Thompson LU, Wong GS, Josse RG. Glycemic response to pasta: effect of surface area, degree of cooking, and protein enrichment. Diabetes Care. 1986 Jul-Aug;9(4):401-4.

 

 

Banner do site Reinehr.org