Não existe nada mais frustrante do que se esforçar muito na academia, comer de maneira adequada e investir tempo e energia em objetivos saudáveis para não chegar em lugar algum. E é muito fácil simplesmente assumir que tudo é sua culpa, mas não é bem assim! Existem diversos fatores que podem contribuir para a perda ou ganho de peso – e eles não tem nadica a ver com a sua força de vontade. Então quando a balança parecer não mover os ponteiros, é hora de olhar para fora da caixinha e prestar atenção nos fatores externos que influenciam a sua vida. Aqui estão cinco coisas que são fatores externos e que podem fazer você não conseguir emagrecer

Faça o teste correto de tireóide

Muitos médicos apenas fazem o teste para o hormônio estimulante da tireóide (TSH), o que não é o suficiente. Muitos indivíduos possuem uma tireóide baixa mas níveis de TSH adequados. O correto é testar para todos os tipos de tireóide, visando saber se você tem alguma disfunção nela. O hipotireoidismo é quando a sua tireóide te faz ter dificuldades em emagrecer. Isso acontece porque o hipotireoidismo leva à a queda na produção dos hormônios T3(triiodotironina) e T4 (tiroxina). Se você controlar ele, não há riscos de engordar. Portanto, procure um médico e faça os testes adequados.

Preste atenção nos químicos ao seu redor

Existem alguns químicos como o BPA e ftalatos (encontrados em produtos que vão desde perfumadores de ambientes até o vinil das cortinas de banho) que atuam como disruptores endócrinos. Esses “obesogênicos” levam ao desenvolvimento de algumas doenças como diabetes e ganho de peso. E hoje em dia estes químicos estão em todos os lugares e nós devemos fazer o possível para evitá-los. O primeiro passo é substituir todas as suas frigideiras para versões antiaderentes. E evitar cortinas de plástico. E também comidas enlatadas.

Seja cauteloso com a vitamina D

Mais um hormônio do que uma vitamina, A vitamina D em falta está relacionada com o ganho de peso, de acordo com diversos estudos. Um estudo publicado no Medical Hypotheses ligou a deficiência de vitamina D com o ganho de peso no inverno. E um estudo do American Journal of Clinical Nutrition demonstrou que aqueles que se suplementaram com vitamina D, perderam mais peso do que aqueles que não o fizeram. A quantidade adequada é de 50 a 100 mg/mL e você pode fazer um teste para saber seus índices em qualquer laboratório. Certifique-se de tomar sol todos os dias por cerca de 20 minutos com braços e pernas expostos (se possível). Faça isso entre as 10 da manhã e as 3 da tarde.

Se você é mulher, cuidado com os ovários policísticos

A síndrome de ovários policísticos é uma condição que afeta hormônios femininos como o estrogênio e a progesterona. Isso resulta, geralmente, em cistos, ganho de peso, acne e cabelos em excesso. Para tratar isso, o mais indicado é ir até um ginecologista e fazer o tratamento ideal. Além disso, a prática de exercícios físicos também é muito importante.

Se você é um homem, aumente a testosterona

Uma das maneiras mais seguras e naturais de aumentar os níveis de testosterona é incluir o jejum intermitente na sua vida. Nós já falamos sobre esse assunto aqui. Também deve-se consumir gorduras. Gorduras do bem como abacate, sardinhas e oleaginosas podem ajudar a aumentar os níveis de testosterona de acordo com o Journal of Steroid Biochemistry.

Créditos de imagem: Africa Studio/Shutterstock

Banner do site Reinehr.org