Você possui muitas opções quando o assunto é escolher um óleo para cozinhar. Não adianta o óleo ser saudável antes de cozinhar e depois ele não ser mais. Quando você está cozinhando em uma temperatura alta, você quer usar óleos que são estáveis e que não oxidam rapidamente. Quando um óleo oxida ele reage com oxigênio e forma radicais livres e componentes agressivos que você não gostaria de consumir. O que mede a resistência do óleo a oxidação e a rancificação é o seu grau de saturação e os ácidos gordurosos presentes nele. As gorduras saturadas e as monoinsaturadas são bastante resistentes ao calor enquanto óleos de gorduras poliinsaturadas não são tão bons assim. Confira com a gente cada óleo e seus benefícios e/ou malefícios.

Resultado de imagem para óleo de coco

Óleo de coco

Quando o assunto é cozinhar em uma temperatura alta, o óleo de coco é o vencedor. Mais de 90% dos seus ácidos gordurosos é saturado, o que faz ele ser bem resistente ao calor.  Além disso o óleo de coco pode ficar meses guardado que não irá ficar rançoso. Ele possui diversos benefícios para a saúde e é particularmente rico em ácido láurico, que melhora o colesterol e ajuda a matar bactérias no organismo. Escolha o óleo de coco virgem, pois este é orgânico e possui mais benefícios que as outras versões.

Resultado de imagem para manteiga

Manteiga

A manteiga foi altamente demonizada no passado por conta das suas gorduras saturadas. Mas não existe razão para a temer a manteiga. Por outro lado existe sim razão para temer a margarina, que é a versão ruim da manteiga. A manteiga de verdade é boa para você e nutritiva. Ela contém Vitamina A, E e K2. Também é rica em alguns ácidos gordurosos que possuem bastante benefícios para o corpo. Uma alternativa para a manteiga é o uso de manteiga clarificada ou de ghee, ambas opções não contém lactose, sendo mais saudáveis.

Resultado de imagem para azeite de oliva

Azeite de oliva

O azeite de oliva é muito conhecido por os seus benefícios para o coração e é um dos principais responsáveis pela boa saúde dos mediterrâneos. Alguns estudos comprovam que o azeite de oliva pode aumentar o HDL (bom colesterol) e diminuir o percentual do colesterol LDL oxidado que circula na sua corrente sanguínea. Escolha sempre o azeite de oliva extra virgem. Ele tem muito mais nutrientes e antioxidantes do que os outros, além de ter um gosto melhor.

Resultado de imagem para óleo de abacate

Óleo de abacate

A composição do óleo de abacate é similar a do azeite de oliva. O óleo é quase todo composto por gorduras monoinsaturadas, com um pouquinho de saturadas e poliinsaturadas misturadas. Ele pode ser utilizado para os mesmos fins que o azeite de oliva, podendo ser utilizado quente ou gelado.

Resultado de imagem para óleo de peixe

Óleo de peixe

O óleo de peixe é extremamente rico em ômega-3 de origem animal. Uma colher de sopa de óleo de peixe pode te deixar com as quantidades necessárias dos ácidos gordurosos oriundos do ômega-3.

Resultado de imagem para óleo de linhaça

Óleo de linhaça

O óleo de linhaça contém muito ômega-3 de origem vegetal. Muitas pessoas utilizam esse óleo como suplementação de gorduras de ômega-3. NÃO use o óleo de linhaça para cozinhar, visto que ele possui diversas gorduras poliinsaturadas.

Resultado de imagem para óleo de canola

Óleo de canola

Ele é derivado das sements da canola porém sem o ácido úrico – uma substância tóxica. O problema da canola é que o óleo passa por diversos métodos até chegar no produto final. Ou seja, ele é um óleo altamente industrializado.

Resultado de imagem para óleo de oleaginosas

Óleo de oleaginosas

Existem muitos óleos oriundo de oleaginosas e alguns deles são ótimos. Porém eles são quase que compostos na totalidade por gorduras poliinsaturadas, sendo ruins para cozinhar. Eles podem fazer parte de receitas, mas devem passar longe do calor!

 

Resultado de imagem para óleo vegetal

Óleos vegetais e de sementes

Os óleos industrializados de sementes e vegetais são altamente processados e refinados. Você não deve querer cozinhar com eles e sequer usá-los para qualquer coisa na sua cozinha. Esses óleos não fazem nenhum benefício para a saúde e podem estar ligados com doenças do coração e outras. Eles são: óleo de soja, óleo de milho, óleo de canola, óleo de sementes de algodão, óleo de girassol, entre outros. Não consuma alimentos que contenham esse óleos!!! Eles fazem muito mal a saúde.

Créditos de imagem: Shutterstock, Thinkstock, Beleza e Saúde, Hoyagro.es, Beleza e Saúde, Óleos para tudo,Getty Images, Dicas dieta, UOL, Óleos para tudo

BemEstarmômetro

O Medictando lhe ajuda a aumentar sua saúde, qualidade de vida, bem-estar e felicidade, colaborando para o bem viver da humanidade. Nos ajude a mapear o bem que produzimos! Informe no que este artigo lhe ajudou:

Share This

Hoje eu estou em busca de...

Saúde... Bem-estar... Qualidade de vida... Realização de um sonho... Felicidade... ...e quero INSPIRAÇÃO para chegar lá! 

You have Successfully Subscribed!