É difícil acordar Às sete da manhã para ir até a academia quando você passou a noite toda cuidando de uma criança doente. E cada dia apresenta uma nova dificuldade ou desafio e é difícil escolher se você vai passar seu tempo correndo atrás dos seus objetivos ou ser uma das milhares coisas que você tem que ser na vida. O que ainda é mais importante é o ressentimento que vêm de se sentir preso em uma dieta e rotina que simplesmente não funciona para você e que você não consegue seguir. Então você começa a se perguntar: Vou conseguir atingir meus objetivos? A minha falta de habilidade em manter uma rotina quer dizer que sou descompromissado(a) e preguiçoso(a)?

Conversas negativas como essas não são a melhor maneira de lhe motivar. Na verdade isso só torna as coisas mais difíceis e faz com que algo divertido se torne uma punição.  O primeiro passo para ir em frente é pensar positivo e planejar uma rotina de exercícios que seja sustentável e que não irá levar você a desenvolver sentimentos destrutivos como culpa e frustração. Uma boa saúde e o bem estar são atingidos somente quando nós sentimos compaixão por nós mesmos e somos gentis. Mas como fazer isso diariamente? Uma maneira é evitar sentir as frustrações e criar uma rotina e um plano alimentar que irá funcionar para você diariamente. Assim você irá ter metas reais e conseguirá seguir corretamente o seu plano.

Outra coisa muito importante é ter consciência que seu treino deve ser sustentável, o que significa que ele segue o curso da sua vida. Terá vezes que você irá treinar mais e outras menos – e está tudo bem. A atividade física deve ser um adendo na sua vida e algo que você faz com prazer. Se você ficar doente ou for viajar e ficar um tempinho sem treinar, está tudo bem. Seu esforço não será perdido. E a mesma coisa acontece com a alimentação. Compreender a si mesmo e as necessidades da vida é essencial. A compreensão pode te ajudar a:

Se manter motivado(a)

Focando em o que você pode fazer ao invés de focar no que você não pode fazer ou o que falhou, você se sente mais motivado a agir logo. Uma coisa é perder dois dias de academia porque você estava atolado(a) de trabalho mas desistir dos exercícios durante o resto da semana porque você se sente mal por ter falhado esses dois dias, não vale a pena. Se livre da frase “eu vou começar de verdade na segunda-feira” e considere todos os dias como uma oportunidade para melhorar.

Tenha mais energia

Pensamentos negativos (Eu sou muito lento(a) e fraco(a)) e sentimentos de frustração, desapontamento e ansiedad, gastam muita energia. Um estudo de 2013, publicado na The Sports Psychologist com nadadores de faculdade e jogadores profissionais de rugby, descobriu que ter pensamentos negativos e falta de motivação levam à um maior cansaço físico durante o exercício e até a derrotas em jogos importantes. Quando você se chama de fraco e lento, seu corpo irá se sentir assim. Essa atitude ruim pode causar respostas relacionadas ao estresse como tensão muscular, respiração inadequada, apertos no peito, falta de coordenação – tudo coisas que podem impactar a qualidade e o aproveitamento do treino. Use uma afirmação de compaixão para mudar a conversa negativa para algo positivo. Por exemplo “Mesmo que eu me sinta cansado(a) hoje, eu vou tentar ser o mais forte que eu conseguir para concluir o treino).

Faça modificações sábias

É mais fácil fazer boas decisões sobre como substituir uma forma de exercício por outra ou modificar a sua rotina quando você tem uma visão de compreensão. Um estudo publicado na revista Psychological Science mostrou que a consciência do presente momento – que provém da nossa consciência cotidiana – pode influenciar as decisões que você toma. Por exemplo, você passou meses treinando para uma maratona e aí acabou se machucando. Você tem medo que ficar sem correr irá prejudicar o seu trabalho duro. Mas se você pensa com compreensão, irá entender que isso é algo que aconteceu e que você vai ter que aprender a lidar. Então ao invés de tomar remédios e mascarar a sua dor, você irá andar de bicicleta e nadar – visando manter a sua aptidão física.

Aproveite mais os exercícios físicos

Se divertir enquanto treina é muito importante para malhar de maneira consistente. Ao invés de fazer a atividade física uma obrigação e algo terrível, se dê o direito de pular treinos e mudar planos quando outras coisas aparecerem. Um estudo publicado em 2014 na Marketing Letters, os pesquisadores pediram para um grupo de adultos para caminhar por 30 minutos, tratando a atividade como exercício  físico Eles pediram para um segundo grupo de mulheres adultas para caminharem também por 30 minutos porém ouvindo música e aproveitando a experiências. resultado? O primeiro grupo se sentiu cansado e acabou consumindo fast food logo após a atividade. Já o segundo grupo, aproveitou a experiência e fez escolhas mais saudáveis.

Créditos de imagem: GaudiLab/Shutterstock

 

Banner do site Reinehr.org