*Por Leo Babauta.

Muita gente tem feito sua própria versão da lista de virtudes de Benjamin Franklin¹, o que eu considero uma das ideias mais bacanas para rastrearmos nossos hábitos. Pensei em fazer o mesmo durante um bom tempo, até que, finalmente, decidi criar minha própria versão, baseada em minha rotina e meus objetivos.

Criei uma lista simples usando uma planilha de cálculo, por onde consigo rastrear e controlar todos meus objetivos, de exercitar-se, passando por por deixar de beber café durante a manhã, até meus débitos e reservas para realização desses objetivos.

Atualmente sigo uma lista semanal, que me permite tratar individualmente de cada item, separados por dias. Quando consigo cumprir com algum objetivo previamente, ou simplesmente já não preciso mais me preocupar com ele por qualquer motivo que seja, apenas o marco na lista com um risco.

Eis a chave para fazer essa lista funcionar: todos as noites, assim como Franklin costumava fazer, eu reviso meu dia. Repasso cada um dos objetivos que listei e, caso tenha conseguido realizá-lo, desenho um ponto ao seu lado; quando não consigo, desenho um X. Obviamente minha meta é marcar apenas pontos e nenhum X. Após esta análise, reviso o que preciso realizar no dia seguinte, para poder me preparar da melhor forma possível.

Esta tem sido a última coisa que faço antes de dormir, e tem funcionado super bem. Como em qualquer outro sistema, funciona apenas se você o fizer funcionar trabalhando para que isso aconteça, como tenho feito até agora. Eu recomendo esse método para qualquer um que, mais do que rastrear e controlar seu hábitos e objetivos, queira encontrar motivação diária para perseguir essas metas.

Este é meu método predileto de controle de objetivos, e ele parece funcionar melhor do que qualquer outro. Eu imprimi algumas páginas com as planilhas em tamanho menor e uma bela imagem como capa, onde escrevi “Livro de Hábitos”, e montei um pequeno guia. Tente fazer o mesmo, vale a pena!

 

¹ Aos 20 anos, durante uma viagem de navio, Benjamin Franklin criou uma lista de “virtudes”: hábitos que deveria adotar para aintigir seus objetivos. Ele se ateve à lista até sua morte, escrevendo sobre ela em suas notas autobiográficas.

 

Fonte da imagem: Pixabay.

Banner do site Reinehr.org