Esqueça os estimulantes de farmácia: alguns dos melhores “remédios” pra dar um boost na sua atividade cerebral você encontra em sua dispensa. Dá uma olhada.

 

Saladas verdes

Verduras como espinafre e couve, além de super nutritivas, contém luteína, um carotenoide encontrado em várias plantas de pigmentação verde que, de acordo com pesquisadores da Universidade de Illinois, é responsável por “engrossar” a matéria cinzenta no córtex para-hipocampal – uma região do cérebro responsável pela codificação e recuperação da memória. Além disso, os pesquisadores notaram que pessoas com um alto nível de luteína no sangue apresentavam melhores resultados em testes para medir a inteligência. Outro benefício das saladas verdes é promover uma leve expansão dos vasos sanguíneos, através do aumento do nível de óxido nítrico no organismo, auxiliando no melhoramento da circulação.

 

Ovos

A gema do ovo contém colina, uma vitamina do complexo B, que é indispensável para o seu cérebro funcionar bem. Por 10 anos, 1400 adultos participaram de um estudo¹ da Universidade de Boston, no qual os pesquisadores notaram que o grupo que consumia gemas de ovos regularmente apresentava melhores resultados em testes de memória – sem falar que ela ajuda a melhorar a neurotransmissão, possibilitando que seu sistema nervoso aprimore seu “relacionamento” com os diversos órgãos do seu corpo e consigo mesmo. Além disso, colina faz super bem para o cabelo, para a pele e para as unhas.

 

Chocolate amargo

O queridinho do brasileiro é o chocolate ao leite, mas o chocolate amargo é bastante fácil de ser assimilado em nossa dieta. Uma pesquisa² da Universidade do Sul da Austrália relacionou um aumento considerável nas funções cognitivas de pessoas que começaram a comer chocolate amargo – ainda não se sabe exatamente a causa, mas os pesquisadores tem algumas pistas, enquanto continuam a estudar esses efeitos positivos: os flavonóis do cacau (que aumentam o fluxo sanguíneo direcionado para o cérebro) ou as metilxantinas (um componente encontrado em várias plantas, e que ajuda a aumentar o nível de concentração de quem o ingere). Se você não está acostumado com chocolate amargo, comece com o de 40% de cacau e vá aumentando: quanto mais amargo, melhor.

 

BÔNUS: café

Existem centenas de pesquisas que mostram o que todo brasileiro já sabia: o café preto ajuda a dar uma acelerada no funcionamento do cérebro. A verdade é que ele é super benéfico para as funções cognitivas. Mas cuidado: o consumo exagerado pode causar danos às mesmas funções.

 

¹Para consultar o artigo (em inglês), clique AQUI.

²Para consultar o artigo (em inglês), clique AQUI.

 

Fonte da imagem: /Pixabay.

Banner do site Reinehr.org