O almoço, nossa principal refeição do dia no Brasil, nem sempre consegue dar conta de suprir nossa necessidade diária de 0,8g de proteína por quilo de nosso peso – e nem deveria. Mas o que fazer se o frango ou o bife mal passado do meio dia não estão resolvendo esse problema?

Em primeiro lugar, quem costuma ingerir toda proteína a partir de uma única fonte (normalmente a carne), pode começar variando e adicionando mais alimentos ao seu prato – e (porquê não?) consumir mais proteínas no café da manhã.

Pra muita gente, a primeira refeição do dia é sinônimo de torradas, geleias, às vezes ovos ou iogurte, mas ela é muito mais importante do que se pensa, e deveria contemplar um espectro muito maior de alimentos.

Se seu café da manhã é pobre em proteínas e você quer resolver isso de forma simples, dá uma olhada na lista abaixo.

 

Use ricota

A ricota contém de 6 a 8 gramas de proteínas por 1/4 de xícara (considerando uma xícara de 200 ml), e possui uma textura super cremosa. Ela pode ser usada em pães e torradas, além de poder substituir o iogurte na hora de comer seus cereais matinais.

 

Melhore sua granola

A granola encontrada no mercado costuma conter no mínimo uma dezena de cereais e castanhas, mas mesmo assim pode ser pobre em proteína. Uma solução para esse problema é a soja: a cada 30g, ela contém em média 12g de proteína, podendo ser encontrada nas mais diversas formas em lojas de produtos naturais. É uma ótima escolha para quem quer dar um boost rápido e barato na granola.

 

Coma mais iogurte grego

Apenas de estar no mercado brasileiro há algum tempo, foi nos últimos anos que o iogurte grego tornou-se popular por aqui. Nesse caso, evite aqueles com sabores, que podem ter passado por processos industriais que podem ter removido parte das proteínas – o “natural” é, então, a melhor escolha. Um potinho de 180 gramas de iogurte grego pode conter até 18 gramas de proteína. Ele fica ótimo com frutas e, até mesmo, com pão.

 

Use colágeno no café

O colágeno é uma proteína super importante produzida pelo nosso corpo, mas que, conforme envelhecemos, tem sua produção desacelerada. Por não possuir sabor, o colágeno encontrado na forma de pó pode ser adicionado sem medo ao café, chá ou suco, e cada colher de chá tem em média 7 gramas de proteína pura.

 

Fonte da imagem: congerdesign/Pixabay.

 

Banner do site Reinehr.org