117 ANOS DEPOIS ….

captar a essência da sutil visceralidade das palavras de Nietzsche continua sendo humano-desafio …

isso mesmo, Nietzsche, àquele que mais de um século antes dos psicólogos modernos identificou como nossas crenças sobre a natureza humana moldam a natureza humana ….

Você teve que se tornar mestre sobre você,
mestre de suas próprias qualidades.

Anteriormente, estas mesmas eram seus mestres:
sendo que deveriam ter sido meramente suas ferramentas junto com outras ferramentas.

Você teve que adquirir o poder sobre o seu sim, seu não e aprender a apegar-se e desapegar-se de acordo com suas intenções mais elevadas …

Você teve que descobrir o erro inevitável em cada Sim
e em cada Não, erro inseparável da vida, da vida em si condicionada pela perspectiva e sua imprecisão.

Acima de tudo, você teve que ver com seus próprios olhos,
onde o erro é sempre maior: ali, a saber, onde a vida é mais pequena, mais estreita, a mais má, a menos desenvolvida e, no entanto, não consegue evitar de se considerar como fulcro e padrão das coisas,

e presunçosamente e ignóbil e incessantemente desintegrando, tudo o que é mais elevado e excepcional e mais rico,
e colocando os pedaços na forma de perguntas do ponto de vista de seu próprio bem-estar.  ***

para Nietzsche não havia separação de corpos

e a composição dos mesmos só poderia ser percebida uma vez decompostos ….

não havia ninguém guiando ou sendo guiado física e metafisicamente,

tudo era e sempre foi momento, a cada momento ….

 

* Funk do Nietzsche / Mc Bertas e DJ Leozito

Eu sou o Nietzsche, filósofo alemão
Quem leu o Zaratustra vai descendo até o chão
Deus está morto, tudo é permitido
Se você der bobeira vou tirar o seu vestido

Lou Salomé, Nietzsche e o Paul Rée
É nóis aqui na orgia e você fapando aí
Lou Salomé, Nietzsche e o Paul Rée

Meu super-home transa todo dia
Vontade de Potência é a minha filosofia
Não quero Wagner, nem seu Parsifal
A minha putaria vai além do bem e do mal

Lou Salomé, Nietzsche e o Paul Rée
É nóis aqui na orgia e você fapando aí
Lou Salomé, Nietzsche e o Paul Rée

Gaia Ciência eu sei que você quer
Tirara a sua blusa e abrir o fechecler
Vem cá novinha, sou seu Übermensch 
Ao som do pancadão eu sei que você mexe

Lou Salomé, Nietzsche e o Paul Rée
É nóis aqui na orgia e você fapando aí
Lou Salomé, Nietzsche e o Paul Rée ” 

** Friedrich Nietzsche por Scarlet Marton “ … no sentido que algumas pessoas precisam realmente de venenos !

***  trecho livremente traduzido por este que vos escreve
do tonteante livro “ Humano, Demasiado Humano ” … humanize-se aqui ! 

**** foi na data de 25 de agosto de 1900 que Nietzsche deixou de ser por aqui, nesta que é uma das dimensões de realidade deste planeta no qual que todos nozes existimos …. neste sentido, se você tivesse que fazer uma citação-homenagem usando como base alguma parte deste fragmento da obra dele, qual seria ? compartilhe nos comentários !

Banner do site Reinehr.org