Feche os olhos, lembre-se da sua infância.

Como era sua relação com seus pais? Como é sua relação com eles hoje?

Para nós, pai e mãe são seres diferentes dos outros. A função deles é muito especial. Por isto, eles não devem se dar ao luxo de cometer erros. Mas a medida que a gente cresce, a verdade vem à tona: eles são pessoas comuns como todas as outras. E erram tentando acertar, como todas as pessoas comuns, não é mesmo?

E se você puxar a lembrança, vai se pegar condenando seus pais por isto ou por aquilo. Às vezes, até dá razão para um e tira a razão do outro. Pode até parecer impossível perdoá-los. Às vezes, promete para si mesmo que quando crescer será melhor que eles… como pais, como profissional, como pessoa, … Pode até se sentir tão melhor que eles, que por dó ou pena, disfarçado de cuidado, toma as rédeas da vida deles.

Mas quando chega a sua vez de fazer diferente deles, parece que você mal consegue ser igual.  Não sabe explicar o motivo de também ter falhado, de ter cometido os mesmos erros ou ainda, piores que os deles. Ter escolhido parceiros piores, trabalhos piores e até serem pais piores. Ou talvez, nem perceba, que apesar de aparentemente estar tudo indo conforme o “figurino”, por dentro, algo dolorido não deixa você tomar a vida por inteiro. Às vezes, parece um robô ‘vivendo’ o dia a dia.

E isto acontece, pois sem perceber, seja motivado pelo amor ou pelo rancor, com estas atitudes, você corta pela raiz, o fluxo que te alimenta. Diante dos pais, seremos sempre pequenos. Mas ser pequeno diante dos pais é uma posição que ainda é desconfortável para muita gente. Ser pequeno diante deles pode parecer um desaforo, um ato de submissão ou até de humilhação.

Ser grande, na nosso cultura, é ser poderoso, aquele que manda, aquele que tem sempre razão. O pequeno apenas obedece. Mas quando digo que pais são grandes e filhos pequenos numa Constelação Familiar, o significado é bem diferente. O grande é aquele que pode dar mais, mesmo que o que ele dê nunca possa ser retribuído à altura. E para receber por inteiro o que o grande tem a oferecer, é preciso HUMILDADE, e se fazer pequeno.

O poço aos pés da cascata, está sempre com água abundante, justamente pois está abaixo dela. Se o poço estivesse mais alto que a cascata ele estaria vazio. Assim, ser pequeno diante dos pais, é ser como o poço aos pés da cascata, que recebe o livre fluxo de vida corrente. Apenas sendo pequeno diante dos pais, é possível para o filho tomar por inteiro o maior presente de todos: a VIDA.

Vivemos num mundo de trocas. Mas como retribuir um presente como este? O que você poderia fazer para retribuir a VIDA que chegou para você através dos seus pais? Nada que você fizer será suficiente e, mesmo que você queira, não dá nem para devolver o presente.

Independentemente se você  aprova seus pais, ou não, negá-los ou condená-los, é o mesmo que negar a si mesmo. Independente do que tenha ocorrido após o seu nascimento, você está aí lendo este texto, pois você nasceu deles. A genética está aí para comprovar que você é ‘metade papai’ e ‘metade mamãe’.

Não importa se eles já são falecidos ou você nunca os tenha conhecido, sempre é tempo de se reconectar com eles. E o que presencio nas Constelações é o filho resgatando sua plenitude, leveza e força no momento que ele se faz pequeno diante dos pais. Deste momento em diante, o filho toma sua vida por inteiro, e recebe dos pais a vida pelo preço total que ela custou, sem exigências.

Talvez você gostaria de entrar em contato com eles agora. Então proponho um exercício bem simples. Feche os olhos e se imagine uma criança pequena. Olhe seus pais de baixo para cima, como uma criança pequena olha seus pais. Curve seu corpo em sinal de reverência e apenas diga, algumas vezes: GRATIDÃO!

Pode não ser fácil dizer isto. Mas quando você conseguir abrir mão das exigências que você tem para eles e deixar fluir o sentimento de GRATIDÃO, você tomará sua vida por inteiro, e naturalmente se sentirá mais vivo e pleno.

Continuamos no próximo post…

Comente o post, deixe sua opinião e suas dúvidas, será uma satisfação respondê-las.

 

Um carinhoso abraço.

Lara Silva

 

Transforme nós em laços com a Constelação Familiar ONLINE.

www.constelacaofamiliar.larasilva.com.br

 

Banner do site Reinehr.org