relaxamento-tecnica-respiracao

Todo mundo já ouviu falar em relaxamento e em meditação
Muitos confundem essas duas ferramentas com coisas esotéricas ou relativas a religiões.
Mas não é nada disso!
As técnicas de relaxamento veem sendo estudadas desde o final do séc. XIX por cientistas do mundo todo (as técnicas mais usadas e conhecidas são as de Jacobson e Schultz) e vem se desenvolvendo a cada dia juntamente com as novas descobertas da Medicina, da Psicologia e das Neurociências.

Nos dias atuais, onde o stress é uma condição quase diária em nossas vidas, muitos médicos, psicólogos e outros profissionais de saúde indicam o relaxamento e a meditação como auxiliares tanto no controle do stress físico e emocional como coadjuvante no tratamento de várias doenças que podem ser prejudicadas, agravadas diante de um estado emocional ruim.´

Os estudiosos dessas técnicas consideram seus efeitos baseados no fato de que o organismo funciona através de processos psicofisiológicos. Isto significa que o corpo reage às condições emocionais da pessoa.
Já sabemos que essas reações são tentativas de adaptação ao ambiente, seja por questões situacionais reais ou imaginárias.
Situações reais: stress no trabalho, no trânsito, em situações de luto, etc. Tudo aquilo que nos tira do “eixo”.
Situações imaginárias: na verdade elas podem ser realmente imaginárias ou apenas resultado de nossa dificuldade em analisar os fatos, dando a eles uma importância maior ou estranha ao que representam.

relax5
Essas ocorrências nos trazem prejuízos de todos os tipos: memória prejudicada, insônia, inquietação, ansiedade, suor excessivo e até prejuízos mais sérios como o aumento dos batimentos cardíacos, hipertensão e mau funcionamento de órgãos como rins e intestinos.

As técnicas de relaxamento e a meditação são ferramentas eficazes para que a própria pessoa, orientada por profissional competente (em geral o psicólogo) aprenda através delas a controlar as respostas negativas de seu organismo, construindo assim uma melhor qualidade de vida.

O bom resultado depende de uma boa orientação e muito empenho por parte do paciente. Ele terá que treinar a técnica pelo período recomendado.
Os benefícios são muitos e podem livrar as pessoas de muitos pesadelos da vida contemporânea.

A confusão com aspectos religiosos se dá especialmente em relação à meditação, já que ela é instrumento presente desde tempos imemoriáveis em todas elas, ainda que com nomes diferentes.
Ela é chamada meditação mesmo especialmente nas religiões orientais, mas aparece nas religiões cristãs, no judaísmo e muitas outras através de orações, palavras mestras repetidas e períodos de isolamento e concentração.

E isso acontece desde sempre, porque além de benefícios físicos, como a diminuição dos batimentos cardíacos e a criação de um estado de economia de energia do organismo, a meditação é também muito eficaz para “clarear” a mente, livrá-la de pensamentos conturbados proporcionando assim uma melhora significativa na capacidade de concentração, atenção e aprendizado.

Já trabalhei com grupos de adolescentes usando relaxamento, meditação e técnicas de aprendizado e garanto que é muito produtivo.
Em adultos os efeitos são excelentes na medida da boa orientação e da prática.
Como toda terapia, as técnicas de relaxamento e a meditação tem algumas restrições (poucas) de indicação, mas isso só pode ser definido em uma entrevista inicial pré prática.

Da próxima vez que pensar em recorrer a recursos externos à você, considere a possibilidade de aprender a controlar melhor o seu próprio corpo.

re

Banner do site Reinehr.org