O Tempo e a Respiração

 

A respiração tem como procedimento fisiológico a absorção do oxigênio e eliminação do gás carbônico, troca, na qual, é efetivada por meio de diversos músculos, como o diafragma. Podemos observar que a qualidade da duração e proporção da inspiração e da expiração tem relação direta com o tempo, porque se tem necessidade de um espaço para decorrer, para acontecer, ou seja, um tempo para existir. Na prática vocal esta desproporção e desequilíbrio aparece em diversas formas, mas basicamente é a respiração que determinará qual tempo (interno ou externo) está sendo valorizado ou negligenciado, e as consequências desta ação serão vistas rapidamente em todo seu corpo principalmente, em sua atuação vocal.

Observe a expressão “troca gasosa”: É imprescindível para que a respiração aconteça que exista a troca, pois ela é o meio de relação com o externo e a interrupção ou mesmo a má qualidade dela determinará os seguintes desajustes:

 

1- Expirar mais que inspirar.

 

Uma pessoa que estabelece uma maior expiração e uma menor inspiração terá como características naturais a doação ao externo muito maior, proporcionando a si mesmo muito pouco. Fisiologicamente são pessoas que terão a musculatura para inspirar muito fraca e uma baixa resistência. Inconscientemente ela acredita que só existirá se doar mais que receber, se fizer a expiração com mais intensidade, se se abstrair e diminuir seu espaço e tempo internos em prol do meio externo ou do outro.

2- A tensão na troca.

 

A relação perante ao meio ou ao outro pode ser um tanto tensa (seja lá qual for o motivo, aqui não vamos adentrar à este tópico pois é um trabalho a se desenvolver em aulas ou em sessões) e isso proporcionará a devida reverberação no CORPO VOCAL. Possivelmente a musculatura desta pessoa apresentará a mesma tensão (reflexo de um Corpo Mental excessivo atuando no Corpo Físico), não gerando o movimento fluído e disponível tão necessários para a execução da fala e do canto. Um processo tão inconsciente e arraigado que não dará vazão para as aberturas e fechamentos necessários para a fonação. Observa-se que há um sentimento de controle no qual o desapego está fora de cogitação, este que é de grande importância para a expulsão do ar que não mais nos alimenta. Geralmente são pessoas muito ansiosas, pois tem respiração curta, alta e há pouca oxigenação no corpo.

3- Inspirar mais que expirar.

 

A desproporção ocorre em diversos âmbitos, neste caso, por exemplo, a inspiração é maior que a expiração. Podemos observar nas pessoas em que desenvolvem a absorção do ar maior que a eliminação. Um exemplo bem característico deste caso é a crise asmática na qual os brônquios e bronquíolos contraídos fazem com que a inspiração seja forçosa e a expiração bloqueada. A crise ocorre na eliminação, justamente porque a pessoa deseja manter o que é bom dentro dela ou tem medo de entregar este “bom” para o outro, para o meio externo. Novamente, acentuo que a motivação deste perfil deverá ser analisada no processo de preparação do Corpo Vocal.

Para estes casos o uso de aromoterapia e plantas medicinais, seja para inalação ou mesmo para chás, é um ótimo meio de se tratar e otimizar o trabalho vocal, além de muito eficaz e rápido. Fora isso é imprescindível, por meio de exercícios, trazer a sensação de respiração como uma atividade que só funciona por meio da proporção. A princípio esses exercícios serão um pouco desconfortáveis e inorgânicos, mas aos poucos o bem estar se estabelecerá e a emissão vocal terá sucesso.

Conclusão

Acima temos três tópicos que não explicam os perfis pessoais de forma única, eles se permeiam de acordo com o momento da pessoa, fase da vida ou necessidades emergenciais. Dessa forma, uma mesma pessoa pode ter dois ou mesmo os três tópicos variando em si mesma. Cabe um processo de pesquisa, exploração e aprimoramento do Corpo Vocal para entender melhor o funcionamento desta pessoa.

Um grande abraço e harmonia!

*Este texto tem como base a respiração com visão integral e dará continuidade ao postado anteriormente, aqui mesmo no site do Medictando, para conferir acesse: O Tempo e a Voz

Banner do site Reinehr.org