Falta pouco para terminarmos a etapa de hiperadobe!

O final do mês de agosto foi de maior fluxo de visitas da equipe técnica, pois agora a casa está com todos os cômodos bem definidos, sendo necessária a conferência das medidas, seguido de alguns minutos para enxergar e sentir em detalhes o que foi projetado ou imaginado e o que é mais adequado para ser executado, agora que a casa já é uma realidade, fora do papel.

Nossa equipe de execução segue a pleno vapor elevando as paredes em hiperadobe, fazendo as vergas acima dos vãos das janelas e portas, afim de se chegar a altura máxima para atingir o respaldo para o telhado. Respaldo é a última fiada ou camada da “alvenaria” de hiperadobe no encontro com o telhado ou laje de cobertura…

O previsto é que até meados de setembro terminemos totalmente o preenchimento das paredes com a terra ensacada (hiperadobe), chegando no respaldo! A partir daí o telhado poderá ser feito.

A equipe em ação e a linha do respaldo…

O engenheiro civil Fernando Castro, responsável pelo projeto hidro sanitário, pluvial e elétrico, junto com o empreiteiro Ângelo Paredes conversaram longamente sobre a melhor estratégia para a execução de cada projeto. Algumas dúvidas sobre o sistema de captação de água de chuvas, colocação de calhas no telhado curvo e da localização da cisterna foram esclarecidas. O encontro na obra foi marcado entre eles, de forma espontânea e foi muito produtivo. Confesso que os acompanhei na reunião técnica, mais para ouvir e para responder alguma eventual pergunta, somente quando minha opinião foi necessária, dinamizando a tomada de decisões.  Realmente nessa parte funcional da engenharia, eu entrego e confio nos especialistas escolhidos, que estão alinhados e sabem o que estão fazendo!

Vista frontal

A arquiteta e paisagista Gelissa Cezarini esteve na obra com seu estagiário Reinaldo Junior e pudemos marcar no terreno a localização exata da cisterna, do biodigestor, além de darmos foco ao “paisagismo funcional” que irá proteger a casa das aguas da chuva com um bom sistema de drenagem que será direcionado para algumas plantas, além de definirmos alguns detalhes sobre a contenção e acerto da terra através de um talude, do barranco recortado que fica próximo da casa e dos espaços externos que estão cobertos pela laje, mais precisamente nos fundos do pavimento inferior. O verão é chuvoso e precisamos nos preparar…

Gelissa teve a ideia genial de usarmos um do espaço abaixo da laje, para fazermos uma área de serviço com tanque, varal e casa de gás externa aproveitando esse espaço coberto, que ainda não tinha uma função definida. Martha e eu adoramos!!

Conversamos também sobre acessibilidade e vimos o primeiro estudo do paisagismo feito pelo Reinaldo com as árvores frutíferas, plantas medicinais, horta, temperos, círculo de bananeiras e nosso galinheiro. Temos um lindo projeto de paisagismo como ponto de partida, mas que será afinado, principalmente depois que as construções forem finalizadas, quando pudermos ter uma visão do novo perfil do terreno com a casa inserida na paisagem e de como as plantas poderão contribuir para que tenhamos o máximo de soberania alimentar, além de um belo jardim que esteja integrado e harmonizado com as nossas necessidades, nos 1100m2 de área do nosso LAR DOCE LAR!

Diálogo sobre o respaldo e o telhado.

A última e importantíssima visita técnica, foi da equipe que irá instalar o telhado Shingle. Além do vendedor, vieram também o representante técnico do sistema Shingle e o instalador do telhado.

Eles nunca tinham visto uma casa de hiperadobe, com isso eles puderam tocar as paredes com muita curiosidade e surpresa no olhar. Nosso mestre de obras Agenor e o empreiteiro Ângelo Paredes participaram da arena de diálogo com a equipe Shingle sobre detalhes técnicos com foco no respaldo (a última fiada ou camada da “alvenaria” de hiperadobe no encontro com o telhado).

Além de medirem a área dos cômodos que serão cobertas pelo telhado, as equipes puderam interagir, trocando informações e reconhecendo a importância do trabalho integrado, para que o início da construção do telhado possa começar do ponto certo, em sintonia!

 

 

Nesse mês percebi que todo esse movimento, é como se um quebra cabeça estivesse sendo montado, onde a casa é um grande símbolo de interdependência técnica e da evolução humana .

Vamos seguindo cada vez mais com fé, força e foco!

Banner do site Reinehr.org